What's that?  

História das Ciências e da Tecnologia
em Portugal

 
Apresentação
Investigação
Pós-graduação
Divulgação
Publicações
Textos disponíveis
Links
Contacto
 
   
   

Horário: Quintas-Feiras, 18h-21h, sala 8.2.16

Objectivo da disciplina (resultados da aprendizagem e competências a adquirir)

Introdução ao estudo da história do desenvolvimento científico e tecnológico em Portugal, desde o período medieval até inícios do século XIX. Tomada de conhecimento com as principais tendências historiográficas, as mais importantes polémicas, bem como a bibliografia relevante.

Integração da história científica no decurso geral da história política e económica do país, analisando em particular as intersecções com a história cultural e a história educativa.

Conhecimento dos principais fundos arquivísticos e principais colecções de instrumentos do país, bem como familiarização com as metodologias adequadas para o trabalho com esses materiais.

Precedências recomendadas

-

Programa (Componente teórica)

1. Preliminares

A Ciência em Portugal: o problema historiográfico; A ciência no discurso político e cultural português; Historiadores e tendências historiográficas; Indicações sobre arquivos e documentação em Portugal.

2. Primórdios: A universidade e o saber medieval

Hierarquia dos saberes na universidade medieval; Física aristotélica e cosmologia ptolomaica; A geografia, a botânica e a medicina medieval; Reflexos na literatura e na arte; As disciplinas científicas no contexto universitário.

3. Saber científico e saberes populares

Audiências, ensino e textos; A imagem do mundo medieval; Medicina e farmácia popular; A astrologia considerada historicamente; A Prática da astrologia em Portugal da Idade Média ao Renascimento.

4. Náutica e Cosmografia

Aspectos técnicos na náutica; O surgimento da navegação astronómica; Instrumentos náuticos; Descobrimentos marítimos e crise da autoridade antiga; A questão do "experimentalismo"; Um lugar para Portugal na "Revolução Científica"?

5. Institucionalização e Internacionalização da actividade científica

A Companhia de Jesus enquanto instituição educativa; O ensino científico entre os jesuítas; A "Aula da Esfera" do Colégio de Santo Antão; Redes internacionais e transferência de saber;

6. O Iluminismo: Ideias e instituições

O debate cultural nas primeiras décadas do século XVIII; Redes de "estrangeirados"; O projecto pombalino; As reformas na universidade; Academias e prática científica.

7. O século XIX

Actividades científicas patrocinadas pelo Estado; A engenharia em Portugal; Expedições científicas; O Ensino Militar; A Universidade; Publicações e periodismo científico.

Calendarização:

5 Março - Introdução. Considerações gerais. (Ana Simões e Henrique Leitão)

12 Março - Lançamento do livro de Kostas Gavroglu, O Passado das Ciências como História seguido de debate sobre "What role for History of Science in Portugal?"

19 Março - História das Ciências nas Periferias Europeias (Ana Simões)

26 Março - Universidades em Portugal. Práticas medievais (Henrique Leitão)

2 Abril - Técnicas e Descobrimentos marítimos portugueses (Malhão Pereira)

16 Abril - Revolução Científica: o contributo dos portugueses (Henrique Leitão)

23 Abril - Inauguração e visita guiada à Exposição na Biblioteca Nacional "Estrelas de Papel: livros de astronomia na BNL, séculos XIV-XVIII" (Henrique Leitão)

30 Abril - Ciência e Jesuítas (Luís Miguel Carolino e Henrique Leitão)

7 Maio - Institucionalização da ciência em Portugal no século XVIII: Academias e academismo; a reforma da Universidade de Coimbra (José Alberto Silva, Ana Simões)

14 Maio - Circulação de conhecimento, redes e estrangeirados (Ana Simões)

21 Maio - Participação na Workshop, "Jornadas sobre História da Astronomia em Portugal", BNL

28 Maio - Ensino científico e academias militares (Ana Patrícia Martins). Periodismo científico (Fernando Reis)

4 Junho - Episódios da história da medicina em Portugal no século XX (Barros Veloso)

18 Junho - Considerações finais

(Este programa não inclui case-studies em torno de história colonial, história da tecnologia e dos engenheiros, assim como instâncias de histórias disciplinares)

Bibliografia recomendada

Rómulo de Carvalho, História do Ensino em Portugal desde a Fundação da Nacionalidade até ao fim do regime de Salazar-Caetano (Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1986; 2ª ed: 1996).

Luís de Albuquerque, Ciência e Experiência nos Descobrimentos Portugueses (Lisboa: Instituto de Cultura e Língua Portuguesa, 1983).

Luís de Albuquerque, Introdução à História dos Descobrimentos Portugueses, 4ª ed. (Mem Martins: Publicações Europa-América, s/d).

Academia das Ciências de Lisboa, História e Desenvolvimento da Ciência em Portugal: I Colóquio – até ao século XX, 2 vols. (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa, 1986).

Joel Serrão Dir., Dicionário de História de Portugal, 6 Vols. (Lisboa: Iniciativas Editoriais, 1979).

Leituras obrigatórias

 

Outras leituras (muito) recomendadas

 

> Mestrado 2008/2009

> Descarregar artigos

 

> Docentes
Ana Simões e Henrique Leitão, C4, Piso 3, Gabinete 4.3.15, Tel: 217500817, ext 24315 e-mail: aisimoes@fc.ul.pt

> Departamento responsável
Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL

> Tipo de disciplina
opção

> Ano da disciplina
1º ano do 2º ciclo

> Semestre da disciplina
2º semestre

> Número de créditos
6 ECTS/3h

> Carga horária semanal (presencial)
3 horas semanais

> Responsável da disciplina
Ana Simões

> Métodos de ensino
Exposição do docente + apresentações preparadas pelos alunos.

> Métodos de avaliação
Trabalho final. Temas a discutir de entre uma selecção de temas ou por sugestão dos alunos.

Algumas sugestões de temas: Que papel para Portugal na Revolução Científica? Perfil historiográfico de Luís Albuquerque, Rómulo de Carvalho, ou outros autores a combinar. Recensão crítica de artigos (de entre os artigos a discutir nas aulas ou outros a combinar). Recensão crítica de um livro.

> Língua de ensino
português

     

Artigos

Ana Carneiro, Ana Simões, Maria Paula Diogo, "The Scientific Revolution in Eighteenth-century Portugal: The role of the Estrangeirados (Europeanized Intellectuals)," Social Studies of Science, 30 (2000), 591-619.

Ana Carneiro, Dores Areias, Vanda Leitão, Luís Teixeira Pinto, "The Role of Travels in the Internationalisation of Nineteenth-Century Portuguese Geological Science," in Ana Simões, Ana Carneiro, Maria Paula Diogo, eds., Travels of Learning. A Geography of Science in Europe (Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 2003), pp. 261-313.

Ana Simões, Elsa Mota, Paulo Crawford, "Einstein in Portugal. Eddington's 1919 expedition to Principe and the reactions of Portuguese astronomers (1917-1925)", BJHS, on-line since 22 December 2008, doi:10.1017/S0007087408001568.

Ana Simões, Ana Carneiro, Maria Paula Diogo, "Perspectives on Contemporary History of Science in Portugal" Nuncius, 23 (2008), 237-63. Pré-print CHCUL

Fernando Egídio Reis, "Scientific dissemination in Portuguese encyclopaedic periodicals, 1779-1820," History of Science, 45 (2007), 83-118.

Henrique Leitão, "A Periphery between Two Centres? Portugal in the Scientific Route from Europe to China," in Ana Simões, Ana Carneiro, Maria Paula Diogo, eds., Travels of Learning. A Geography of Science in Europe (Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 2003), pp. 19-49.

Joaquim de Carvalho, "Jacob de Castro Sarmento et l'introduction des conceptions de Newton en Portugal," in Obra Completa, Vol. V, História e Crítica Literária, História da Ciência 1925-75 (Fundação Calouste Gulbenkian, 1987), pp. 673-8.

Kostas Gavroglu, Manolis Patiniotis, Faidra Papanelopoulou, Ana Simões, Ana Carneiro, Maria Paula Diogo, Jose Ramon Bertomeu-Sánchez, Antonio Garcia Belmar, Agusti Nieto-Galan, "Science and technology in the European periphery. Some historiographical reflections", History of Science 46 (2008), 153-175.

Luís Albuquerque, "A 'Aula de Esfera' do Colégio de Santo Antão no século XVII", in Estudos de História (Coimbra: Imprensa da Universidade, 1974), vol. 2, pp. 127-200.

Matt Goldish, "Newtonian, converso and deist: the lives of Jacob Castro Sarmento," Science in Context 10 (1997), 651-75.

Palmira Fontes da Costa, Henrique Leitão, "Portuguese Imperial Science: A Historiographical Review," in Daniela Beichmar, Paula de Voos, Kristine Huffine, Kevin Shehan (eds.), Science in the Spanish and Portuguese Empires, 1500-1800 (Stanford, Calif.: Stanford University Press, 2008), pp. 35-53 (Notes on pp. 335-343).

Rhodri Hayward, "Emmanuel Mendes da Costa (1717-1791): A Case Study in Scientific Reputation," in Ana Simões, Ana Carneiro, Maria Paula Diogo, eds., Travels of Learning. A Geography of Science in Europe (Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 2003), pp. 105-121.

Rómulo de Carvalho, "A física na reforma pombalina," Separata da História e Desenvolvimento da Ciência em Portugal, vol. I (Lisboa, 1986), pp.605-30.

Artigos incluídos na HoST sobre história da ciência e da tecnologia em Portugal (Arriscado Nunes, Cristiana Bastos, Ricardo Roque, Ana Cardoso de Matos e Maria Paula Diogo)

       
       
       
            
           
  Última actualização 01-05-09