What's that?  

Filosofia do Conhecimento Científico

 
Apresentação
Investigação
Pós-graduação
Divulgação
Publicações
Textos disponíveis
Links
Contacto
 
   
   

Horário: 3ª feira, 14.30-17.30, sala 3.1.15

Objectivo da disciplina (resultados da aprendizagem e competências a adquirir)

Inscrever o estudo do conhecimento científico no fenómeno geral do conhecimento.

Compreender os principais problemas do conhecimento e o seu rebatimento no conhecimento científico.

Discutir criticamente o projecto de Unidade da Ciência como tarefa cognitiva central da própria ciência

Precedências recomendadas

-

Programa (Componente teórica)

1. Introdução

  • Da teoria do conhecimento à filosofia do conhecimento científico
  • Conhecimento e suas diferentes objectivações. Tradição, Ciência, Técnica e Tecnologia.

2. Os Problemas Gnosiológicos da Constituição do Saber

  • Conhecimento e representação. Fundamentos ontológicos e antropológicos do conhecimento. Sujeito, objecto e representação.
  • Os problemas do conhecimento e os seus diversos níveis: genético, metafísico e crítico. O problema da possibilidade do conhecimento como problema radical.
  • Teorias da representação e seu rebatimento epistemológico. Representação, símbolo e presentificação. Antropologia, semiótica e teoria da consciência.

3. Representação e Construção do Conhecimento Científico

  • Ciência e progresso do conhecimento. Dedução, indução e abdução. O problema do fundamento da indução. Observação e hipótese. Invenção e descoberta. Regularidades e explicação. Lei e teoria.
  • Verdade, experiência e adequação. Compatibilidade, confirmação e refutabilidade. Verdade como consistência. Virtualidades e limites do formalismo. 

4. O Problema da Unidade da Ciência

  • Unidade das Ciência e interdisciplinaridade.
  • Topologia e funcionalidade das diferentes instâncias de produção e circulação do conhecimento científico. Legitimação, divulgação e transmissão. Elementos histórico-culturais. Interacções e efeitos emergentes.
  • Programas e níveis da Unidade da Ciência. Alguns programas exemplares. Unidade da linguagem, dos métodos e das leis e teorias.
  • Figuras e configurações da Unidade da Ciência. Proximidades, articulações e assimetrias. A classificação como operador das figuras da Unidade da Ciência. Metáforas da Unidade da Ciência.

Programa (Componente teórico-prática)

-

Bibliografia recomendada

Bibliografia básica

Berkeley (1710) A Treatise Concerning the Principles of Human Knowledge (há trad. port de Vieira de Almeida, Tratado do Conhecimento Humano, Coimbra: Atlantida, 1958) 

Descartes
(1641) Méditations Philosophiques, In Oeuvres Philosophiques de Descartes, ed. Alquié, Paris: Garnier, 1967, Tomo II, pp. 374 e 1073.

Hume, D. (1739-40) A Treatise of Human Nature, ed. L.A.Selby-Bigge and P.H. Nidditch, Oxford: Clarendon Press, 1975 (há trad. port. Tratado da Natureza Humana, Lisboa: Serviço de Educação Fundação Calouste Gulbenkian, 2001).

Husserl (1907), Die Idee der Phaenomenologie (há trad. port. de Artur Morão, Da Ideia de Fenomenologia, Lisboa: ed. 70, 1986.

Husserl (1931), Kartesianische Meditationem (há trad. port. de Maria da Graça Lopes e Sousa, Meditações Cartesianas. Introdução à Fenomenologia, Porto: Rès, s/d).

Kant (1781), Kritik der reinen Vernunft, (trad. port. de Manuela Pinto dos Santos e Alexandre Fradique Morujão, Crítica da Razão Pura), Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, (1985).

Kuhn, T. S. (1962), The Structure of Scientific Revolutions, Chicago: University of Chicago Press.

Lakatos, I e Musgrave, A. (1970), Criticism and the Growth of Knowledge, Cambridge: Cambridge University Press (há trad. port. de Octávio Mendes Cajado e Pablo Mariconda, A Crítica e o Desenvolvimento do Conhecimento, S. Paulo: Cultrix, 1979).

Leibniz
, Nouveaux Essais sur l’ Entendement, in Die Philosophischen Schriften von Gottfried Wilhelm Leibniz,  Hrsg. von Carl Immanuel Gerhardt, Hildesheim: Olms, 1960, vol. V, pp. 39-503.

Locke, (1689) An Essay concerning Human Understanding, ed. A. D. Woozley, GlasgoW: William Collins, 1964.

Popper (1963), Conjectures and Refutations. The Growth of Scientific Knowledge, London: Routledge and Kegan Paul (há trad. Port. de B. Bettencourt, Conjecturas e Refutações. O Desenvolvimento do Conhecimento Científico,Coimbra. Almadina, 2003).

Quine (1954), The Scope and Language of Science (trad. port. de João Sàágua in João Sàágua (org.), W.V. Quine. Filosofia e Linguagem, Porto: Asa, 1995, pp. 19-41.

Quine (1981), Things and their Place in Theories, (trad. port. de Rui K. Silve e  João Sàágua in João Sàágua (org.), W.V. Quine. Filosofia e Linguagem, Porto: Asa, 1995, pp. 139-167.

Russell, B. (1912), The Problems of Philosophy, (trad. port. de António Sérgio, Os Problemas da Filosofia, Lisboa: Arménio Amado, 1959).

Obras de consulta

Andler, D.; Fagot-Largeault, A.; Saint-Sernin, B. (2002), Philosophie des Sciences, 2 vols., Paris: Gallimard (há tradução brasileira de P. Glenadel, Marcelo J. De Moraes e Bernardo B. Coelho de Oliveira, Filosofia da Ciência I e II, Atlântida Editora, Rio de Janeiro, 2005).   

Barberousse, A.; Kistler, M.; Ludwig, P. (2000), La Philosophie des Sciences au XX siècle, Paris: Flammarion (há trad. port. de Alexandre Emílio, A Filosofia das Ciências do Século XX, Lisboa: Editora Instituto Piaget, 2001).

Boyde, R.; Gasper, P.; Trout, J. D. (eds)(1992), The Philosophy of Science, Cambridge/London: MIT Press.

Dancy, J.; Sosa, E. (eds)(1992), A Companion to Epistemology, Oxford: Blackwell.

Gillies, D., (1993), Philosophy of Science in the Twentieth Century, Oxford / Cambridge: Blackwell. 

Lecourt, D (org.) (1999), Dictionnaire d'Histoire et Philosophie des Sciences, Paris: Puf.

Losee, J. (1972), Historical Introduction to the Philosophy of Science, Oxford: Oxford University Press

Pombo, O. (2006) - Unidade da Ciência. Programas, Figuras e Metáforas, Lisboa: Editora Duarte Reis.

Wagner, P (org.)(2002), Les Philosophes et la Science, Paris: Gallimard. 

 

> Mestrado 2007/2008

 

> Docente
Olga Pombo,
gabinete 1.3.35, opombo(at)fc.ul.pt

> Departamento responsável
Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências da FCUL

> Tipo de disciplina
obrigatória

> Ano da disciplina
1º ano do 2º ciclo

> Semestre da disciplina
1º semestre

> Número de créditos
6 ECTS/3h

> Carga horária semanal (presencial)
3 horas semanais

> Responsável da disciplina
Olga Pombo

> Métodos de ensino
exposição, comentário de textos, trabalho de seminário, apresentações dos alunos

> Métodos de avaliação
trabalho de seminário (20%), apresentação oral (30%) e  trabalho individual final (50%)

> Língua de ensino
português

     
       
       
       
            
           
  Última actualização 25-10-07